CIDADES
03.05 - 13h44min
A
A
A
Maio Amarelo inicia com objetivo de educar para reduzir número de acidentes

 

Umuarama - 
Com um número elevado de acidentes automobilísticos, com muitos feridos, sequelados e vítimas fatais – apenas em 2018 já são 12 mortes – a campanha Maio Amarelo chega a Umuarama com o tema “Nós somos o trânsito” e a proposta de provocar reflexão para uma mudança de comportamento e redução dos números. A primeira ação foi uma aula na Escola de Trânsito da Umutrans, após a abertura da campanha por autoridades locais, na manhã desta quarta-feira, 2.

Após agradecer as presenças e parcerias, a diretora da Umutrans, Dianês Piffer, lembrou que a campanha tem caráter educativo, “pois a mudança que o trânsito necessita é cultural, de conduta, uma visão diferente que respeite mais a vida humana, afinal em algum momento todos nós somos pedestres”. Ela falou sobre o enorme prejuízo humano e financeiro que os acidentes causam ao sistema público de saúde, às empresas e famílias.

Dentro da Década de Ação pela Segurança no Trânsito, Umuarama tem aplicado algumas medidas inovadoras para reduzir os trágicos números, como a criação do Plano Municipal de Mobilidade Urbana, a modernização do sistema semafórico, instalação de câmeras de monitoramento e agora a implantação de fiscalização eletrônica de avanço do sinal vermelho e parada na faixa de pedestre. “A Escola do Trânsito também está voltando à atividade com uma extensa programação, para que no futuro tenhamos motoristas mais conscientes”, disse Dianês.

De fato, os números do trânsito impressionam. Em 2010, Umuarama tinha uma frota de 53.250 veículos automotores. No ano passado já eram 77.290 e neste ano a cidade atingiu 81.809 automóveis, motos e caminhões. O saldo de vítimas do trânsito cresce em proporções semelhantes. Em 2014, 17 pessoas perderam a vida nas ruas e avenidas da cidade. Em 2015 foram 21 mortes. Após uma ligeira queda em 2016 (16 vítimas), o saldo voltou a crescer no ano passado (20) e em 2018, com apenas três meses fechados (janeiro a março), já são 12 mortes no trânsito.

“Esse é o preço de um sistema que privilegia o transporte individual, ao invés do coletivo. Hoje temos prédios com várias vagas de estacionamento para cada apartamento e UTIs lotadas de motoristas e pedestres acidentados. Nas grandes cidades o trânsito é um problema de saúde pública e, com o crescimento notado nas cidades médias – como Umuarama – logo será um problema por aqui também”, explicou o chefe de Gabinete e secretário de Gestão Integrada da Prefeitura, Luiz Genésio Picoloto, que representou o prefeito Celso Pozzobom no evento. “Tudo isso apesar dos investimentos municipais em sinalização, orientação educativa e melhoria das condições das vias públicas”, completou.

O lançamento da campanha contou com a presença do vice-prefeito Hermes Pimentel, major Capeli e tenente William, da PM e do Corpo de Bombeiros; do delegado Osnildo Lemes, da 7ª Subdivisão Policial, secretários municipais, representantes da imprensa, do Detran, da Guarda Municipal e da Defesa Civil, além das crianças da Escola Souza Naves e do Umuaraminha – personagem símbolo do município, na versão Guarda Municipal. Na parte da tarde e nos próximos dias serão realizadas blitze educativas e de fiscalização do trânsito em diversos pontos da cidade.


Fonte: Secretaria de Comunicação - Secom / Prefeitura de Umuarama
Tiago Boeing/ PMU

Deixe o seu comentário
PARCEIROS
Umuarama 24 Horas
Copyright © 2017
Todos os direitos reservados.
44 3624-8479
44 8454-2073
Por: